Trabalho interdisciplinar

Interdisciplinaridade em Pedagogia


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sex Fev 18, 2011 5:28 pm

A pesquisa-ação foi desenvolvida por Kurt Lwin em 1947 num contexto pós-guerra, com uma abordagem experimental. Suas pesquisas tinha por finalidade a mudança de hábitos alimentares da população e também das atitudes dos americanos em face dos grupos étnicos minoritários.
O estudo paralelo sobre a dinâmica e o funcionamento dos grupos, pautavam-se por um conjunto de valores como a participação dos sujeitos, construção de relações democráticas, o reconhecimento de direitos individuais, a tolerância a opiniões divergentes etc. Tal forma de trabalhar a pesquisa-ação veio a ter grande desenvolvimento nas empresas e em atividades ligadas ao desenvolvimento organizacional.
Essa concepção inicial adquiriu muitas feições fragmentadas durante a década de 50 e modificou-se estruturalmente a partir da década de 80, quando incluiu entre seus pressupostos a perspectiva dialética, constatando-se a existência de um mosaico de abordagens metodológicas que muitas vezes são operacionalizadas na práxis investigativa sem a necessária explicação de seus fundamentos teóricos, culminando em inconsistências entre teoria e método.
Pode-se observar em recentes trabalhos de pesquisa-ação no Brasil, ao menos três conceituações diferentes desta:
_PESQUISA-AÇÃO COLABORATIVA: Onde a função do pesquisador é integrar-se e conferir um enfoque científico;
_PESQUISA-AÇÃO CRÍTICA: Tendo em vista a emancipação dos sujeitos e das condições que o coletivo considera opressivas;
_PESQUISA-AÇÃO ESTRATÉGICA: Onde a transformação é previamente planejada sem a participação dos sujeitos e apenas o pesquisador acompanha os efeitos e avalia os resultados.
No entando, ainda se podem encontrar pesquisadores iniciantes fazendo uso da pesquisa-ação para implementar projetos ou propostas concebidos apenas por eles próprios ou mesmo, não raro, aplicando uma proposta de mudança idealizada por um superior.
Segundo os comentários de Mailhiot (1970, p.46), "a pesquisa-ação deve partir de uma situação social concreta a modificar e, mais que isso, inspirar-se constatemente nas transformações e nos elementos novos surgidos durante o processo e sob a influência da pesquisa". Portanto, ao falar de pesquisa-ação, fala-se de uma pesquisa que não se sustenta na epistemologia positivista e pressupõe a integração dialética entre pensamento e ação, entre fatos e valores, entre pesquisador e pesquisado.
Com efeito, a pesquisa-ação, estruturada de acordo com seus princípios geradores, é eminentemente pedgógico à medida que o exercício pedagógico se configure como uma ação que confira caráter científico à prática educativa com base em princípios éticos que visualizem a contínua formação e emancipação de todos so sujeitos da prática.
Quando se pretende investigar a dimensão da ação na pesquisa-ação, tem-se também por finalidade refletir sobre seu sentido, suas configurações, bem como sobre seu arraigamento no processo investigativo. Pois o grande interesse é permitir conhecer as ações necessárias à compreensão dos processos que estruturam a pedagogia da mudança da práxis na situação em investigação.
O exercício da pesquisa-ação como investigação formativo-emancipatório, requer essencialmente o modelo do agir comunicativo, que segundo Rojo (1997, p.32)"não pretende garantir a eficiência a qualquer custo, não é individualista, não persegue o êxito; ao contrário, mostra-se uma ação dialógica, vitalista, que emerge do mundo vivido". O que nos leva a perceber que a pesquisa-ação dificilmente pode ser empreendida por pesquisadores iniciantes, pois há a possibilidade da ingenuidade metodológica, ou seja, de que essas dissonâncias pasem despercebidas, sejam tratadas superficialmente.
Desde Lewin até Elliot, afirma-se que importante característica da pesquisa-ação é seu processo integrador de pesquisa reflexão e ação, retomando continuamente sob forma de espirais cíclicas, de sorte que haja tempo e espaço para que a integração pesquisador-grupo se aprofunde e a prática desse processo vá, aos poucos, tornando-se mais familiar.
De tudo o que foi comentado até aqui foi no intúito de responder à questão: DE QUE AÇÃO SE FALA AO REFERIR-SE À PESQUISA-AÇÃO? O que nos leva a perceber que são esperadas atitudes voltadas à disponibilidade, á cooperação ao envolvimento. No entando, sabe-se que tais disposições nem sempre estão, de pronto, presentes no grupo. O que deixa mais evidente que, para a pesquisa-ação realizar-se, deve haver a associação da pesquisa a uma estratégica ou proposta coletiva de intervenção.
A produção de conhecimentos e a socialização de saberes, foco deste processo pedagógico intermediário, são tarefas complementares e associadas, principalmente no caso da pesquisa-ação, em que se pretende o trabalho coletivo, compartilhado. Conforme Ghedin (2002, p. 141), "o que fazemos não se explica pelo como fazemos; possui sentido diante dos significados que lhe são atribuídos[...]".
Falar em processo de pesquisa-ação é falar de uma atividade que deve produzir transformações de sentido, ressignificações do que se faz ou se pensa. Contudo, cunclui-se que a pesquisa-ação pode e deve funcionar como uma metodologia de pesquisa, pedagogicamente estruturada possibilitando a produção de conhecimentos novos para a área da educação e formando sujeitos pesquisadores, críticos e reflexivos.

Josineide Pereira da Silva Wink



Última edição por Josyneide em Sab Mar 12, 2011 4:44 am, editado 3 vez(es)

Ver perfil do usuário

2 comentário; A pedagogia da pesquisa - ação em Sab Fev 19, 2011 12:07 pm

A pesquisa-ação é possuidora de uma natureza argumentativa, isto é por que na pesquisa-ação as interpretações da realidade são observadas e as ações tranformadoras sao objetos de debate. Pode-se dizer que a pesquisa-ação é participativa por essência, por isso ela pode contribuir para a área educacional, principalmente com relação à escola pública.

Ver perfil do usuário

3 A produção de novos conhecimentos em Sab Fev 19, 2011 12:18 pm

Sabemos que a pesquisa-ação tem sido nas últimas décadas de diferentes maneiras, e apartir dessas abordagens elatrabalha em aprofunda reflexão sobre a pertinênica e pesquisa, em que deve ser essencial para transformações participativas, em que sujeitos e pesquisadores interagem na produção de novos conhececimentos.


cheers



Última edição por Eliziene Magalhães em Sab Mar 12, 2011 8:18 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

4 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Dom Fev 20, 2011 11:00 am

A pedagogia da pesquisa-ação Hoje à(s) 3:31 pm
Iramar


Mensagens: 3
Data de inscrição: 17/02/2011
Idade: 35
Localização: Imperatriz-MA
Comentário:A pesquisa-ação veio como forma de contribuir na organização das impresas para garantir o reconhecimento de direitos individuais,com isso, percebe-se a nescessidade da mesma aos poucos tornar-se uma prática familiar para contribuir de forma significativa na educação,fazendo com que mais pessoas venha a se interessar pela pesquisa,principalmente nas instituições pública,que muito deixa a desejar quando se fala desta prática,deixando assim,de formar sujeitos pesquisadores e reflexível.

Ver perfil do usuário

5 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Ter Fev 22, 2011 7:37 pm

Percebe-se que a pesquisa-ação é um método para a realisação de pesquisas que tem como pressupostos básicos a elaboração de diagnósticos sobre a realidade investigada, a identificação dos problemas e principalmente abusca de possíveis soluções, permitindo assim que a teoria se relacione com a pratica.
Por isso o professor em sua ação doscente precisa estar constantemente fazendo da escola em que trabalha e mais especificamente da sua sala de aula , um espaço para realizar esse tipo de pesquisa, para que apartir dos dados coletados (experienciados) este possa fazer a intervenção correta e contribuir para a formação de pessoas crítica e consequentimente para a formação de uma sociedade mais democrática. Very Happy

Ver perfil do usuário

6 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Qua Fev 23, 2011 6:03 pm

A pesquisa em ação tem como caracteristica fundamental o processo integrador da reflexão e ação, ou seja é uma pratica muito valida para a educação, pois a mesma através do vivenciar o objeto pesquisado da-se o envolvimento, o que traz a transformaçaõ e produção de novo conhecimentos.

Ver perfil do usuário

7 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Qua Fev 23, 2011 8:18 pm

[b]Segundo o texto,a pesquisa em ação nada mais é do que uma pesquisa de intervenção,ou seja,o pesquisador detecta algum problema e juntamente com os demais que compõe o grupo procura solucioná-lo,ajudando os integrantes daquela realidade social.

Ver perfil do usuário

8 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Qui Fev 24, 2011 11:11 am

Entende-se que ao se trabalhar com pesquisa-ação é preciso ter convicção que os mesmos, pesquisa e ação devem caminhar juntas para a transformação da prática, e para esta função fazer sentido o pesquisador deve desenvolver criticidade, colaboração e estratégias. flower

Ver perfil do usuário

9 Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Qua Mar 02, 2011 11:34 am

A pesquisa-­ação tem sido utilizada, nas últimas décadas, de diferentes maneiras, a partir de diversas intencionalidades, passando a compor um vasto mosaico de abordagens teórico­metodológicas, instigando­nos a refletir sobre sua essencialidade epistemológica, bem como sobre suas possibilidades como práxis investigativa. O texto aprofunda reflexões sobre a pertinência e as possibilidades da pesquisa-ação como instrumento pedagógico e científico.

Ver perfil do usuário

10 A pedagogia da pesquisa-ação em Qua Mar 09, 2011 1:14 pm

comentario-Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação


A pesquisa-ação é um método de condução de pesquisa aplicada, orientada para elaboração de diagnósticos, identificação de problemas e busca de soluções.. Nesse método, o pesquisador não somente assiste ao processo , mas em conjunto com os outros personagens envolvidos levanta hipóteses e intervém de forma significativa nas mudanças que venham a ocorrer na organização onde está sendo realizada a pesquisa.



Lucivânia Rodrigues

Ver perfil do usuário

11 A pedagogia da pesquisa-ação em Qui Mar 10, 2011 1:02 pm

A pesquisa-ação desenvolvida por Kurt Lewin tem por objetivo caminhar na direção da transformação da realidade, com a participação dos sujeitos envolvidos nesse processo. Desse modo o pesquisador deve está assumindo tanto o papel de pesquisador como também o de participante, tornando o trabalho coletivo e compartilhado; possibilitando assim a construção de novos conhecimetos.

Ver perfil do usuário

12 Cap. VI: A PEDAGOGIA DA PESQUISA-AÇÃO em Qui Mar 10, 2011 10:51 pm

A pesquisa-ação é de fundamental importancia dentro das escolas,principalmente nas escolas públicas pois ela ajuda na formação de sujeitos pesquisadores, críticos e reflexivos,em busca de uma educação cada vez melhor.



Última edição por Maria do Rosario Santos em Sex Mar 11, 2011 1:26 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

13 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sex Mar 11, 2011 8:20 am


No Contexto atual, a pesquisa não pode distanciar-se da ação efetiva uma vez que hoje, o professor necessita antes de tudo ser " um professor pesquisador" que estimule e forme sujeitos críticos e também pesquisadores.


flower SILVIA BRITO

Ver perfil do usuário

14 A Pedagogia de Pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 6:14 am

O texto refere-se a pesquisa-ação que inicialmente ajudou no desenvolvimento e organizaçao das empresas ,adquiriu em sua estrutura a perspectiva dialética e hoje poderá contribuir muito no campo educacional pois basea-se na reflexão e ação e tem o interesse de compreender e colaborar com o processo de mudança das práxis pedagógicas.

Ver perfil do usuário

15 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 6:23 am

Very Happy A pesquisa-ação é de grande relevancia, com objetivo de contribuir na organização de grupos, para que haja reflexão na problemática, e a busca de supostas soluções, assim estimulando este pesquisadores a formar cidadãos críticos.

Ver perfil do usuário

16 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 6:45 am

Percebe-se que a metodologia da pesquisa-ação tem um carater emancipatório,onde os sujeitos envolvidos na pesquisa passam por um processo de reflexão e ação,ou seja,ocorre um processo dialético entre o pensamento e ação,entre fatos e valores, entre pensamento e ação,entre pesquisador e pesquisado. Rolling Eyes

Ver perfil do usuário

17 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 7:03 am

Percebe-se que a pesquisa-ação é um método que visa a transformação da realidade. E através da elaboração de diagnósticos, procura encontra possíveis soluções para os problemas detectados numa visão coletiva. Para que todos participem na construção de novos conhecimentos.

Ver perfil do usuário

18 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 7:18 am

Quando alguém opta por trabalhar com pesquisa-ação, por certo tem a convicção de que pesquisa e ação podem e devem caminhar juntas quando se pretende a transformação da prática educativa, leva á refletir sobre sua essencialidade epistemológica, bem como sobre suas possibilidades como práxis investigativa em que os pesquisadores e sujeitos da pesquisa podem interagir na busca de novos conhecimentos, o que de suma importância para área pedagógica da educação I love you .

Ver perfil do usuário

19 Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 7:48 am

O texto presente compreende-se como a pesquisa foi desenvolvida ao longo do tempo, por muitos pesquisadores que deram a sua contribuição para chegarmos nos conceitos de pesquisa que nos fundamentamos no fazer uma pesquisa, seja qual for seu princípio podemos observar a pesquisa feita no Brasil as várias metodologias usadas:
1º pesquisação colaborativa onde o pesquisador entrega-se a conferir um enfoque científico
2º pesquisaação científica crítica tendo em vista a emancipação dos sujeitos e das condições que o coletivo considera opressivas.
3ª pesquisaação estratégica, onde a transformação é previamente planejada sem a participação do sujeito e apenas o pesquisador acompanha os efeitos e avalia os resultados.

SONIA MARIA DE ARAUJO SOARES Very Happy



Última edição por sonia maria araujo em Sab Mar 12, 2011 8:25 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

20 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 8:10 am

A pesquisa-ação de acordo com o texto dar-se de três formas, pesquisa-ação colaborativa, crítica e estrategica. cada uma delas posssuem função diferenciada, permitindo ao pesquisador um olhar diferente mediante a sua pesquisa. cheers

Ver perfil do usuário

21 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 8:37 am

Compreende-se que essa ação pesquisadora está voltada a atitude de coperação e envolvimento, envolvimento este que não se encontra presente em todos os grupos, por isso o autor deixa claro e menciona que para que venha ocorrer a pesquisa- ação, deverá haver a associação da pesquisa com uma proposta coletiva, devendo funcionar como uma metodologia de pesquisa bem estruturada que possibilite novos conhecimentos para a área da educação.
jacqueline barbosa.

Ver perfil do usuário

22 Re: Cap. VI: A pedagogia da pesquisa-ação em Sab Mar 12, 2011 9:57 am

As metodologias de pesquisa apresentada ou criadas pelo pesquisador Lwin, no contexto educacional sao de grande valia, pois nos ensina a nao somente juntar dados mais sim aprender e ao mesmo tempo ensinar aos pesquisados atraves da troca de informacoes. Fazer acontecer esse conceito nos dias de hoje torna a arte de educar e de viver uma aventura de aprendizado sem igual.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum